Hipopótamo

A palavra "hipopótamo" deriva do grego antigo ἱπποπόταμος, hippopotamos, reunindo os étimos ἵππος, hippos, "cavalo", e ποταμός, potamos, "rio", o que resulta na expressão "cavalo do rio". Em português, como a palavra hipopótamo é um nome epiceno (só tem uma forma), o seu feminino é hipopótamo fêmea . Em inglês, o plural de "hippopotamus" é hippopotamuses, embora também se possa usar a palavra "hippopotami". "Hippos" pode ainda ser usado como plural abreviado. O hipopótamo é um animal gregário, vivendo em grupos que podem atingir o número de 30 espécimes. A estes grupos (nome coletivo) dá-se o nome de manada.
Em África, os hipopótamos são designados por diversos nomes incluindo seekoei (africâner), mvuvu (Venda), kubu (Lozi) e mvubu (Xhosa, Suázi e Zulu) no sul do continente; kiboko (Swahili), ensherre (runyankole), tomondo (Turu), nvubu (Luganda), ifuru (luhya), emiria (ateso), magawit (sebei), kibei (Kalenjin) e olmakau (maasai) na região dos Grandes Lagos; e ጉማርረ/gumarre (amárico) e jeer (somali) no Corno de África.

Postagens mais visitadas