Amor de joaninhas

Na Guerra de Troia, segundo a Ilíada, Afrodite é consorte de Ares, deus da guerra, ódio e violência, e sob sua influência toma parte nos conflitos; O amor dos dois simbolizava o conceito de "opostos se atraem" e a união ideal do homem e mulher grego: Ares representa a virilidade e por isto era perfeito para Afrodite que representava feminilidade. Na guerra, ela veio a ser ferida enquanto protegia seu filho mortal Eneias e por Ares socorrida - o que serviu de zombaria por todo o Olimpo; Zeus, rindo de sua desventura a aconselhara: "Não foste feita, minha filha, para os trabalhos da guerra: consagra-te aos doces trabalhos do himeneu".

Postagens mais visitadas