Bodas

O tempo adormece o amor
Mas não o mata
Se é verdadeiro fica
Na pele do peito tatuado
Esperando o momento certo
E diversas vezes apressados
Entramos em caminhos errados
Tropeçando em desamores
E o amor ali o tempo todo
E o procuramos por toda parte
Quando ele nunca nos abandonou
Um dia sem esperar
Basta um olhar, um toque
Basta o acaso
E o peito desperta
O batimento acelera
As borboletas no estômago fazem alvoroço
E soltamos um sorriso bobo
E cruzamos nossas vidas
E transbordamos amor
E par vira família
E contamos nossa histórias
Em bodas do tempo  
felicity Secret 

Postagens mais visitadas